Por

Prêmio Shell muda regulamento e inclui novos espetáculos

Publicado terça-feira, janeiro 23, 2018

O concurso Prêmio Shell de Teatro visa reconhecer a criatividade dos artistas e seu impacto positivo na mudança da forma como é vista a produção teatral no país. A competição é direcionada a todos os espetáculos, textos, grupos, ou profissionais de teatro que tenham apresentado trabalhos ousados quanto à forma ou conteúdo.

O prêmio possui nove categorias: autor, diretor, ator, atriz, cenografia, iluminação, música, figurino e Inovação. E contempla os maiores destaques do ano, no Rio de Janeiro e em São Paulo separadamente, com o valor de 8 mil reais e uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni inspirada no logotipo da Shell.

Para a próxima edição uma mudança no regulamento aumentará o páreo de espetáculos indicados, pois antes, algumas peças não podiam competir devido ao número mínimo de apresentações exigido. Atualmente, a regra exige ao menos 20 apresentações, não necessariamente consecutivas, na praça em que o espetáculo estiver concorrendo, Rio de Janeiro ou São Paulo.

Segundo a comissão julgadora a mudança no regulamento foi provocada por uma percepção de uma nova tendência no mercado teatral. Que nos últimos anos vem fazendo temporadas mais curtas em cada praça.