Perfil de Investidores
|
|
Login: Senha:
Empresas pesquisadas
Porque assinar
O que é Mkt. Cultural
50 Dicas de Mkt. Cultural
Dúvidas Frequentes
Cultura em números
Contato
Expediente
Regras Básicas de Captação
Sugira uma Pauta


Orientações e manuais

O Ministério da Cultura publicou em junho/13 nova Instrução Normativa que fez diversas modificações em relação à IN anterior. Disponibilizou também vários Manuais de orientação quanto a formulação e encaminhamento de projetos ao MinC com vistas à lei Rouanet, questões administrativas, prorrogação, entre outros.

Conheça a Instrução Normativa e os Manuais disponíveis.








 

Edição 130

Examine e acesse, se for assinante, o conteúdo da revista em formato HTML ou PDF através do sumário abaixo:



  Marca

Entrevista otimista
Gerente geral da Landor Associados fala sobre marcas, marketing e cultura nessa entrevista exclusiva à Marketing Cultural. Desde o final do ano passado à frente, no Brasil, dessa empresa líder global em consultoria de marca e design, o espanhol Fernando Leira admite que é possível que a lei Rouanet não esteja entregando os resultados desejados, porém afirma já ter notado iniciativas interessantes e vê um enorme potencial e benefícios que ela pode trazer tanto para criadores de conteúdo quanto para as empresas.

Ler mais >>
Fernando Leira


Quer atualizar?

Maximiliano Bavaresco é sócio fundador da SONNE, consultoria estratégica especializada em branding, e conta para os assinantes da Marketing Cultural sobre o momento em que uma empresa deve avaliar se é hora de mudar a marca. Segundo ele, inúmeros sinais indicam que é hora de repensá-la, e a análise profunda da razão de existir da empresa e de onde se pretende chegar, são caminhos para promover esta mudança. Por fim, sugere: “analise e reflita – sua marca expressa o propósito, valores e princípios da sua organização? ”.

Ler mais >>
Maximilianos

 Patrocínio

1 bilhão em 2014...
Esse foi o valor, acrescido de R$ 300 mil, que as empresas utilizaram em 2014 com a lei federal de incentivo à cultura. Do volume captado, o Tesouro bancou 94,48% através de renúncia fiscal e o setor privado desembolsou R$ 73.574.200,01, que correspondem a 5,52% do total. Neste universo existem duas realidades: a peça Mudança de Hábito captou R$ 13 milhões; a banda Fanfaduque, de Duque de Caxias, só conseguiu R$ 20 reais. Pessoa Física colaborou com uns trocos que ajudam muitas instituições.

Ler mais >>


12 bilhões desde 1993...

A revista Marketing Cultural fez o mais profundo levantamento já realizado sobre o comportamento dos patrocinadores na escolha de áreas e segmentos da cultura com utilização da lei Rouanet nos últimos 23 anos. Com base em dados oficiais, foi possível reconhecer quem atrai maior atenção das empresas, quem aos poucos está sendo abandonado, quanto receberam de investimento em 2014 e desde 1993. É possível verificar também quais setores tem aumentado ou diminuído o número de projetos patrocinados e quantos foram apoiados com verbas inferiores a R$ 200 mil. São 11 páginas com informações e gráficos.

Ler mais >>


... e será que aproveitaram?

Foram R$ 12 bilhões saídos do bolso dos consumidores nos últimos 23 anos para incentivar a cultura brasileira. Será que as empresas fizeram o melhor uso desse dinheiro? Ao conferir as obras do Museu do Amanhã, na Praça Mauá do Rio de Janeiro, o editor da Marketing Cultural virou-se para o enorme edifício que durante vários anos abrigou a rádio Nacional, o veículo de comunicação que mais tocou no imaginário do povo brasileiro. Lembrou-se então de criativas ações de marketing realizadas com artistas da época e questiona: será que os diretores atuais, com essa dinheirama toda, não poderiam fazer coisa melhor do que aplicar marca em banner e distribuir convites? Pois é o que a maioria faz.

Ler mais >>
220 Volts



Aproveite e confira o perfil de 700 empresas que patrocinam cultura utilizando lei federal de incentivo. É um trabalho exclusivo para assinantes. Incluímos no Perfil não somente companhias que estão no ranking de maiores investidores, mas também aquelas que já fizeram parte do ranking e que, momentaneamente, aplicaram valores menores do que em anos anteriores ou nem aplicaram. Dezenas de empresas são estreantes no Perfil, que inclui itens como Razão Social, Lucro Líquido, Critérios para incentivo, Endereço e contato, Como enviar Projeto, entre outros. O assinante poderá utilizar campo de busca para pesquisar quais empresas patrocinaram um determinado segmento cultural, além de poder busca-las por ordem alfabética, valor investido ou unidade da Federação. Outro campo permite pesquisar empresa patrocinadora por área de atuação, que pode ser escolhido entre Indústria, Comércio ou Serviço.

Para ir à página do Perfil dos Patrocinadores acesse por Aqui


  Mercado

Ouro e tesouro
Até outro dia marcas de cerveja patrocinavam shows, especialmente de rock, e punham lá suas faixas, cartazes, sinais luminosos. Depois vieram os “stands” com atrações paralelas sempre regadas com seu produto. Mas a internet mudou tudo isso – já não basta patrocinar turnês e armar barracas; é preciso ampliar a rede de contatos e conhece-los. Se seu endereço de e-mail vale ouro, seus dados e perfil de interesses valem um tesouro. Exemplo desse novo mundo foi a ideia do YourTour, lançado pela Budweiser – é o velho marketing de relacionamento com toques de modernidade. Conheça um outro lado dessa ação.

Ler mais >>

saxofone

Estado da arte
Carros de luxo e artistas talentosos – essa combinação costuma dar certo e foi nela que a Toyota se apoiou para colocar em evidência o que considera as melhores qualidades de seus modelos Lexus: design, cuidado artesanal com os acabamentos acompanhados pela eterna busca por deixar clientes satisfeitos. Tanto crê que vê neles mais do que carro – vê um “state of art”. E assim nasceu o Lexus Art Tour, um circuito nacional de exposições que um diretor garante: “transformamos um simples car display em uma “mini galeria de arte”.

Ler mais >>
saxofone

 Leis

Artigo crítico
Wesley Figueira é sócio da auditoria RSM no Brasil, membro da RSM International, sétima maior rede de empresas de contabilidade e consultoria independentes do mundo e, como parte envolvida com a renúncia fiscal que a lei federal de incentivo oferece, aproveita para indagar: “eu critico a lei Rouanet? Em princípio todo mundo critica e quase todo mundo tem razão, mas apesar de toda a malversação de fundos, de tentativas de sequestrar os efeitos da lei, eu a defendo pelo simples fato de que a lei tem o potencial de realmente desenvolver cultura”. Mas aproveita para criticar a burocracia e os milhões para turnês como as de Luan Santana.

Ler mais >>

saxofone


Qual é a dúvida?
Seção responde a dúvidas sobre legislação ou mercado da cultura. Nesta edição há resposta para perguntas como: “minha empresa faz os pagamentos do IR e CS via Perdcomp e porisso pergunto: é possível se enquadrar na lei Rouanet como patrocinador sem ter gastos extras?”; ou se o título de Utilidade Pública é emitido também pela Câmara dos Deputados e Senado; ou se a entidade apta a receber 2% do lucro operacional de uma empresa precisa ter três anos atividades. E outras.

Ler mais >>


 


Esqueceu sua senha?

ASSINE AQUI
Assine aqui a revista Marketing Cultural Online

Perfil de Investidores


Edições Anteriores
Edição 129
Edição 128
Edição 127